TAXA SELIC NÃO PODE CUMULAR COM CORREÇÃO MONETÁRIA – IMPORTANTE DECISÃO QUE REFLETE NA DEFESA DOS DIREITOS DA ESCOLA

Por maioria de votos, a Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) acolheu parcialmente recurso da Brasil Telecom S/A contra decisão do próprio tribunal em uma ação de indenização. A Turma afastou a aplicação de correção monetária no mesmo período de incidência da taxa Selic. Prevaleceu a tese apresentada em voto-vista do ministro Luis Felipe Salomão, ficando vencido o relator original, ministro Massami Uyeda.

A empresa de telecomunicações foi condenada a indenizar uma empresa comercial pela não entrega das ações. Como essa entrega era impossível, foi fixada indenização com base no valor

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícias e Matérias