MANTIDA A JUSTA CAUSA DE EMPREGADO QUE FALTOU 9 VEZES AO TRABALHO INJUSTIFICADAMENTE

O Tribunal Regional do Trabalho de Campinas – SP manteve a decisão do juiz singular que ratificou a postura da empresa em dispensar um empregado que faltou ao trabalho nove vezes sem qualquer justificativa.

A empresa entendeu que a atitude do trabalhador era desidiosa, aplicando, assim, a penalidade de justa causa prevista na CLT.

Inconformado, o empregado ingressou com ação judicial objetivando reverter a decisão, sob alegação de que havia justificado suas ausências ao trabalho, mediante atestados médicos que não foram aceitos pela empresa. No entanto, tal argumentação não

Notícias e Matérias