APLICAÇÃO DE MEDICAMENTO NAS ESCOLAS E CRECHES

O risco de automedicação

Em complemento a outro Parecer que abordamos o mesmo tema, cumpre-nos com base nas orientações da ANVISA e do CREMERJ, a seguinte complementação:

O uso de medicação nas Creches e Unidades Escolares, além de tormentoso, é desaconselhado, pois inexiste, no âmbito jurídico, qualquer legislação específica que ampare o tema.

Com efeito, a escola não deve medicar os alunos em hipótese alguma, (nem mesmo a pedido da família ou que tenha um enfermeiro de plantão), pois somente um médico é apto para examinar e

Compartilhe isso:

Notícias e Matérias