SENTENÇA DE PRIMEIRA INSTÂNCIA RECONHECE INCONSTITUCIONALIDADE DE DISPOSITIVO DA REFORMA TRABALHISTA

Reforma Trabalhista

A reforma trabalhista não passou a permitir a violação dos princípios constitucionais da dignidade da pessoa humana e de valores sociais do trabalho. Com essa afirmação, a juíza Camila Ceroni Scarabelli, da 1ª Vara do Trabalho de Campinas, determinou a reintegração de 119 trabalhadores demitidos de um hospital, entendendo ser necessária a negociação prévia com a entidade sindical.

A decisão afirma que o fato da reforma ter dispensado a necessidade de acordo ou convenção não permite que os empregadores tenham liberdade absoluta para demitirem da forma como quiserem

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícias e Matérias