PRESIDENTE DO TST MANTÉM DISPENSA COLETIVA DA ESTÁCIO DE SÁ COM BASE NOS DISPOSITIVOS DA REFORMA TRABALHISTA

Ficou caracterizada a legalidade das demissões sem intervenção do sindicato, conforme nova lei

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Ives Gandra Martins Filho, no exercício da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho (CGJT), deferiu nesta quinta-feira (11) liminar requerida pela Sociedade de Ensino Superior Estácio de Sá Ltda. para suspender os efeitos de decisão da 3ª Vara do Trabalho de São José (SC), mantida por desembargadores do TRT da 12º Região em mandado de segurança e ação cautelar, que, em ação civil pública proposta pelo Sindicato Intermunicipal dos Professores no Estado de Santa

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícias e Matérias