O QUE OBSERVAR PARA JUSTA CAUSA POR FALTAS SUCESSIVAS 

A presente orientação se dá com base em decisão havida por unanimidade, na 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ).

A decisão confirmou a sentença, de 1º grau, que reverteu justa causa aplicada a uma empregada pela De Millus S.A. Indústria e Comércio por faltas sucessivas.

Os membros do colegiado seguiram o voto do desembargador Gustavo Tadeu Alkmim, relator do acórdão, que ratificou a decisão do juiz Marco Dias de Castro, Titular da 18ª Vara do Trabalho da Capital, de condenar a empresa ao

Notícias e Matérias