MANTIDA JUSTA CAUSA APLICADA A MOTORISTA DE CONDUÇÃO ESCOLAR QUE DIRIGIA ACIMA DOS LIMITES DE VELOCIDADE

O Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul manteve decisão judicial ratificando a dispensa por justa causa aplicada a um empregado, que dirigia veículo de transporte escolar acima dos limites de velocidade.

Na decisão de primeira instância, posteriormente mantida pelo tribunal, a julgadora declarou que as provas do processo comprovaram que o motorista costumava trafegar em velocidades acima dos limites permitidos e dirigia de forma imprudente, além de agredir verbalmente estudantes que reclamavam da sua conduta ao volante.

Nesse contexto, foi mantida a penalidade da dispensa por

Notícias e Matérias