TRIBUNAL NEGA PROVIMENTO A RECURSO DE CASAL QUE TEVE FILHO ACIDENTADO EM CRECHE

Negligência no cuidado com criança não foi comprovada.

        A 1ª Câmara de Direito Público manteve decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública de Osasco e negou pedido de indenização por danos morais e estéticos a um casal cujo filho sofreu acidente em uma creche municipal. De acordo com os magistrados não foi comprovada negligência do estabelecimento.

        Consta dos autos que a criança caiu de um brinquedo nas dependências do centro de educação infantil e, consequentemente, teve edema de lábio

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícias e Matérias