COORDENADOR DE CURSO QUE RECEBIA E-MAILS OFENSIVOS DE PAIS DE ALUNOS TEM REDUÇÃO DE INDENIZADO POR DANO MORAL NO TST (F)

A Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho reduziu o valor de R$ 30 mil para R$ 5 mil a indenização a um coordenador de curso superior da Faculdade Anhanguera Educacional Ltda. que recebia e-mails ofensivos dos familiares dos alunos. Ele era obrigado a cobrar mensalidades e vender livros para os alunos em sala de aula.

Além de coordenar os cursos de Administração e Gestão em Recursos Humanos e dois cursos de ensino superior a distância, o profissional também exercia a função de professor. Ao pedir indenização por dano moral contra a instituição

Compartilhe isso:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Notícias e Matérias